Atualizado em 03-10-2017

 
PISOS SALARIAIS A PARTIR
DE MAIO DE 2017
VEJA AQUI OS PISOS SALARIAIS E BENEFÍCIOS DA CONVENÇÃO COLETIVA 2017 DOS RODOVIÁRIOS DA CARGA
Foi assinada a Convenção Coletiva de Trabalho 2017/2018 (CCT). Clique aqui para ver nossa Circular com os pisos e um resumo dos nossos direitos.
 
 
 
 
 
 

SINDICATO DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS E TRABALHADORES EM TRANSPORTES DE CARGAS EM GERAL E PASSAGEIROS NO MUNICÍPIO RIO DE JANEIRO
CNPJ - 33.644.493/0001-51 – Inscrição Municipal – 0094429-7
Rua Maia de Lacerda, nº 170 – Estácio CEP 20.250-000 – Rio de Janeiro – RJ.
Tels. (21)2503.94.00 – (21)2503.94.24
www.rodoviariosrio.com.br

EDITAL - CONTRIBUIÇÃO SINDICAL
ANO BASE 2017

O Presidente do Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários e Trabalhadores em Transportes de Cargas e Passageiros no Município do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições estatutárias, por meio do presente edital e em cumprimento ao art. 605, da CLT, dá publicidade aos empregadores da categoria profissional representada, da obrigatoriedade do desconto e recolhimento da CONTRIBUIÇÃO SINDICAL prevista pelo art. 580 e art. 582, da CLT, a incidir sobre os salários concernentes ao mês de MARÇO DE 2017, da categoria profissional representada por este Sindicato de classe, ou seja: motoristas de todas as espécies, manobreiros, mecânicos, lanterneiros, operadores de empilhadeiras, lavadores, ajudantes, tratoristas, pessoal de limpeza e manutenção e todos os trabalhadores vinculados ao transporte e ao setor operacional que trabalham nas empresas de transporte de valores, malotes e documentos bancários de instituições financeiras, locadoras de veículos automotores, carga em geral, transportadoras e de carga própria de bebidas, concreteiras e todos os trabalhadores vinculados às atividades rodoviárias no Município do Rio de Janeiro, exceto os trabalhadores empregados em empresas de transportes urbanos de passageiros, fretamento e turismo e transportes escolar. Tratando-se de uma categoria profissional diferenciada, não importa a atividade principal da empresa (transporte, comércio, indústria, construção civil, Bancos, locadoras de veículos, prestação de serviço, hospitais, casas de saúde, filantrópicos, transportadoras e de carga própria de bebidas, concreteiras etc), estabelecidas no Município do Rio de Janeiro, com os demais artigos do capítulo III da CLT e da Portaria n° 488, de 23.11.2005, que aprova o novo modelo e instruções de preenchimento da guia de recolhimento de contribuição sindical urbana – GRCSU, devendo os valores ser recolhidos O desconto equivale a 1/30 do salário do empregado do mês de março. O recolhimento deve ser recolhido junto à Caixa Econômica Federal até 30 de abril de 2017, impreterivelmente, com a posterior remessa dos seguintes documentos: 1) relação nominal dos empregados contribuintes, indicando a função e o salário recebido no mês do desconto, com o respectivo valor recolhido; 2) GRCSU de recolhimento de contribuição sindical urbana, devidamente quitada. O não recolhimento sujeitará o responsável às penalidades previstas no art. 600, da CLT. Rio de Janeiro (RJ), 07 de fevereiro de 2017.

Código Sindical junto à Caixa Econômica Federal – 008.124.86744-7

Para emissão da Guia de Contribuição Sindical – Acesse o site abaixo

www.caixa.gov.br/empresa/pagamentos-recebimentos/pagamentos/grcsu/Paginas/default.aspx

Rio de Janeiro (RJ), 06 de fevereiro de 2017.
JOSÉ MARIA G. CARDOSO
Presidente

Publicado no Jornal "Monitor Mercantil", nos dias 08, 09 e 10/02/2017,
folhas 05, 07 e 06, respectivamente.

 

Consulte aqui a rede de dentistas credenciados no PrimaVida
Clique na imagem abaixo, escolha o estado e o plano
e faça sua pesquisa.
Clique aqui para consultar a rede PrimaVida

 
 
 

“Reforma” trabalhista valerá a partir de novembro

Apesar de todas as críticas dos movimentos sindicais, apesar de representar um ataque aos direitos dos trabalhadores, a chamada “reforma trabalhista” foi aprovada no dia 11 de julho, em tumultuada sessão no Senado Federal. Ela passa a vigorar 120 dias após a sanção presidencial, ou seja, no dia 13 de novembro.

Agora, mais do que nunca, os trabalhadores precisam se unir em torno dos seus sindicatos, legítimos representantes, porque o que for acordado nas negociações coletivas poderá prevalecer inclusive sobre a CLT. De uma coisa sabemos: esta Diretoria jamais assinará qualquer Acordo ou Convenção Coletiva que traga prejuízos aos trabalhadores.

Zé Maria
Presidente do Sindicato

Conheça as principais mudanças da reforma

TEMA  REFORMA TRABALHISTA
Acordo coletivo Qualquer acordo coletivo passará a sobrepor à lei, mesmo aquele que tiver menos benefícios.
Contrato temporário O prazo aumentará para 120 dias, prorrogáveis por mais 120.
Jornada diária Poderá ser de 12 horas com 36 horas de descanso, respeitando o limite de 44 horas semanais (ou 48 horas, com as horas extras) e 220 horas mensais.
Trabalhadores autônomos Empresas poderão contratar autônomos e, mesmo se houver relação de exclusividade e continuidade na prestação de serviço, não haverá vínculo empregatício.
Trabalho intermitente  O trabalhador é convocado sob demanda, com antecedência mínima de três dias, e recebe por hora trabalhada, não tendo garantia de uma jornada mínima.
Trabalho remoto Tudo o que o trabalhador usar em casa será formalizado com o patrão via contrato, como equipamentos e gastos com energia e internet, e o controle do trabalho será feito por tarefa.
Banco de horas O banco de horas passa a ser negociado individualmente com a empresa. Nesse caso, o prazo para compensar as horas extras é reduzido para seis meses.
Intervalo para almoço O intervalo pode ser alterado por acordo ou convenção coletiva, podendo ser reduzido para 30 minutos, com compensação na jornada de trabalho.
Férias Poderão ser parceladas em até três vezes, sendo que nenhum dos períodos pode ser inferior a cinco dias corridos e um deles deve ser superior a 14 dias corridos.
Grávidas Permite o trabalho de grávidas e lactantes em ambientes de baixa ou média insalubridade.

 
 
 

Dia do Idoso: saiba como lidar com um parente doente de Alzheimer. Veja aqui e aqui.

 

Fiscalize o depósito de seu FGTS!
Não deixe para descobrir o "calote" do patrão na hora que você mais precisará do seu dinheiro, após se aposentar ou ser demitido. Fique de olho desde já.
Clique aqui para saber como fiscalizar!

 

Fique de olho: sua empresa está recolhendo corretamente o INSS?
Evite problemas na hora de se aposentar. Fiscalize agora para não ter "dor de cabeça" depois. Fique de olho desde já.
Clique aqui para saber como acompanhar o INSS.

 
Reinauguramos a Delegacia
Sindical de Campo Grande
Em parceria com o Sintraturb. Clique aqui para conhecer os vários serviços prestados na Delegacia Sindical.
 
 
 

Seguro-desemprego mudou.
Veja aqui as novas regras

Mudaram os prazos para poder solicitar o benefício. Veja matéria clicando aqui.
 
Atenção Companheiro!
SEJA SÓCIO DO SINDICATO E
USUFRUA DE MUITOS BENEFÍCIOS
Prezado(a) Companheiro(a),

Presidente Zé MariaEm agosto de 2014, a nova Diretoria do Sindicato, eleita democraticamente pelos associados, tomou posse. Estamos colocando “a casa em ordem” e trabalhando firme para melhorar o atendimento à categoria e aos seus familiares. É hora de fortalecer o nosso Sindicato. E é hora de você usufruir dos benefícios que o Sindicato oferece aos associados. Por apenas R$ 30,00 você e seus dependentes têm direito:
  • Atendimento médico (clínica geral) e dentistas gratuitos em nosso Centro Médico, em Campinho.
  • Atendimento jurídico gratuito nas áreas trabalhista, cível e criminal.
  • Atendimento junto ao Detran/RJ para renovação da CNH e para recorrer de multas.
  • Cálculo e encaminhamento do seu pedido de aposentadoria junto ao INSS.
  • Auxílio funeral e auxílio à viúva após 12 meses de associado.
  • Excelente área de lazer e descanso em nossa Colônia de Férias em Miguel Pereira.
  • Em breve voltaremos com o nosso “clube”, o Centro Social de Rocha Miranda, que passa por reformas.
ATENÇÃO: Ao se tornar sócio, se você não tiver plano odontológico em sua empresa, denuncie para o Sindicato!

Mais informações aqui em nosso site.

Não fique só. Fique sócio.
Fortaleça o seu Sindicato e garanta seus benefícios.

Seja bem-vindo, Companheiro!

Zé Maria

Presidente
 
Sindicato assina acordo que dá plano odontológico aos rodoviários da Carga
Um Termo Aditivo à Convenção Coletiva de 2014, já registrado no Ministério do Trabalho, estabeleceu que todas as empresas de Carga devem fornecer plano odontológico a seus empregados. A implantação do benefício já está acontecendo a todo vapor. Para que as empresas façam sua adesão devem ligar para o telefone 2273-3826 (direto) ou pelo 2503-9400 - ramal 435, quando receberão todas as informações necessárias.

Pelo Aditivo, as empresas devem aderir à empresa escolhida pelo Sindicato dos Rodoviários. Um trecho do Termo destaca as condições para o benefício. A cláusula décima sexta da Convenção Coletiva de Trabalho em vigor passa a vigorar com a seguinte redação:


“CLAUSULA DÉCIMA SEXTA: As Empresas do Transporte Rodoviário de Carga e Logística do Município do Rio de Janeiro, deverão fornecer Plano Odontológico para todos os seus empregados, em um prazo máximo de até 60 dias do registro desta Convenção Coletiva de Trabalho junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.”

Parágrafo Primeiro - As empresas arcarão com o percentual de 90% (noventa por cento) do valor do plano e o empregado com 10% (dez por cento). Os empregados que queiram incluir os seus dependentes, deverão comunicar por escrito a seu empregador, sendo que o valor de cada dependente deverá ser pago integralmente pelo empregado, por intermédio do desconto em folha de pagamento.

Parágrafo Segundo – A mensalidade a ser paga pelo Plano Odontológico não poderá ultrapassar o valor de R$ 14,90 (quatorze reais e noventa centavos).

Para conhecer a íntegra do Termo Aditivo, clique aqui.
 
Prazo para reclamar de FGTS não depositado cai para cinco anos

FGTSO Supremo Tribunal Federal reduziu de 30 para cinco anos o prazo limite para entrar com ações contra Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) não depositado. Com isso, o trabalhador deve ficar mais atento e verificar sempre seu extrato de FGTS. No caso de não haver depósito ou de o valor estar incorreto, recorrer imediatamente ao nosso Sindicato. Nós podemos, em nome do trabalhador, providenciar a competente ação para a regularização dos depósitos.

Para saber como ver seu extrato, clique aqui.

 
CCT Carga Seca – Água – Leite e derivados está assinada. Circular abaixo

 
Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro
Rua Maia Lacerda, 170, Estácio, Rio de Janeiro, RJ. Telefone: (021) 2503-9400